segunda-feira, 2 de março de 2015

ORMUS - OURO MONOATÔMICO


Hathor  era uma deusa egipcia



“Somente os pequenos segredos precisam ser guardados; os grandes, ninguém acredita"- McLuhan



O que mais impressionou os arqueólogos é que o templo não era só um templo tradicional para culto a deusa, como era esperado. O templo de Hathor era uma espécie de  laboratório (mediante o que foi encontrado lá) dedicado a produção de uma substância muito importante no Egito, o mfkzt (lê-se Mufkuzt-  hoje conhecido como orme ou ormus). Havia inúmeros registros nas paredes do templo sobre o mufkuzt... o elixir dos deuses, "o pão da vida". (A Verdade no Mundo)



OURO MONOATÔMICO
ORMUS, MFKZT, SHEM-AN-NA, SHAMANÁ, MANÁ E ORME


ORME  ORBITALLY REARRANGED MONOATOMIC ELEMENT, ELEMENTO MONOATÔMICO ORBITALMENTE REARRANJADO


Em toda a nossa história o ouro sempre esteve associado aos deuses e aos nobres (considerados descendentes dos deuses). Além de sua raridade imposta e controlada por cartéis que acumulam quantidades absurdas desse elemento provocando sua escassez e consequentemente seu preço alto, o ouro quando rearranjado orbitalmente ganha propriedades inusitadas. 

Vamos começar em 1904, quando Fundação para a Exploração do Egito localizou em cima do monte Horeb um templo, não por acaso foi neste mesmo monte que Moisés recebeu os dez mandamentos.




Esse templo era dedicado à deusa Hathor, também conhecida como Inana para os sumérios, Ishtar para acádios e babilônios, Isis para os egípcios, Afrodite para os gregos e Vênus para os romanos.
A essa deusa era associado o amor, a beleza, a música, a alegria e fundamentalmente a longevidade.


Conhecida também como alimentadora.
Era esposa e filha de Ra (Anu), portanto uma extraterrestre reptiliana e completamente conhecedora de qualquer “encantamento”(fenomenologia da ciência e da tecnologia).
Logo de início os arqueólogos que participaram dessa expedição notaram que aquele templo era diferente dos demais templos conhecidos.
Na primeira observação feita notou-se que o templo de Hathor era um laboratório onde se produzia algo muito importante, pois um laboratório tratado como templo era totalmente inusitado.

Através de vários registros nas paredes do templo ficou esclarecido o que se produzia lá: o Mfkzt, o elixir da vida, o elixir dos deuses, o pão da vida, para os egípcios. Nessa expedição foram achadas cinquenta toneladas de um pó branco, muito fino. Amostras foram colhidas e depois de analisadas todo o pó branco foi retirado e levado para local desconhecido.

Tal análise chegou à conclusão que se tratava de ouro monoatômico, uma substância de alto spin, monoatômica, para a qual o termo científico é ORME — Orbitally Rearranged Monoatomic Element (elemento monoatômico orbitalmente rearranjado).
Atualmente sabemos que o pó branco achado em Hathor era feito de ouro puro em um estado rearranjado orbitalmente e desconhecido dos químicos.
Solúvel em água potável (sem ácidos) seria essa substância a responsável por garantir a longevidade e de grande valia contra as principais doenças.

Conforme pode ser observado em vários hieróglifos era consumida com regularidade pelos faraós dando divindade a eles, o leite de Hathor.
Também através dos hieróglifos do templo Hathor ficou-se sabendo que o ouro monoatômico de alguma forma anula a gravidade, explicando as construções gigantescas egípcias. 

Concluiu-se também que esse conhecimento provavelmente saiu do Egito junto com os israelitas durante o êxodo e foi passado de geração em geração até chegar aos essênios.
Os Essênios extraiam o ouro monoatômico produzido naturalmente das águas do Mar Morto.

Nas escavações em Qumrân que vem ocorrendo desde a década de 1950, a característica mais importante são as impressionantes construções e o número e o tamanho dos poços de água e a complexidade dos condutos e canais.
Um aqueduto no lado oeste vinha das colinas trazendo um suprimento de água fresca. Outros cursos de água vinham diretamente do salgado Mar Morto. Um dos mais importantes era o canal Mazin, de 95 km, um pouco abaixo de Qumrân.

Essa água possui alto teor mineral, sendo imprópria para consumo. Mas, como até atualmente, contém uma quantidade alta de ouro monoatômico natural. Experimentos revelam que o precipitado do Mar Morto contém 70% de ouro em estado monoatômico e 30% de magnésio. A aplicação de ácido hidro clorídrico no precipitado seco dissolve o magnésio, deixando um pó branco, o shem-an-na, shamana, maná, o ouro monoatômico.

Salomão manufaturava a Pedra Filosofal (ouro monoatômico) a partir de ouro extraído da maneira convencional, porém o método dos essênios era refinado e aperfeiçoado a partir de uma fonte disponível.
Mas não é só em Hathor e em Qumran que há registros sobre o ouro monoatômico.

Desde a idade média há mitos de sua fabricação através da alquimia. Durante a idade das trevas, esse conhecimento acabou se limitado a ordens secretas. Há também registros de alquimia relacionada aos gregos, ou seja, se continuarmos pesquisando chegaremos a Escola de Mistérios dos sumérios, como sempre. 
Os registros sobre o ouro monoatômico estão nas obras de Hermes, Irineu Filaleto, Frater Albertus, Frei Basile Valentin, Arnou Villanova, Cyliani e Fulcanelli, enfim nas obras clássicas da tradição hermética, mas sempre voltadas exclusivamente para o uso medicinal (chumbo em ouro - doença em saúde).

A alquimia além de estar relacionada à produção do ouro monoatômico também está relacionada diretamente a produção do ouro em si.
No livro Mistérios e Magias do Tibete o Chiang Sing fala dos sábios alquimistas Tibetanos que não só conheciam os ensinamentos alquímicos como transformavam um simples metal em ouro. 



A “FONTE DA JUVENTUDE” 

Buscada incessantemente pelos espanhóis no novo mundo, nada mais é que uma fonte de água contaminada com ouro monoatômico natural. 

Na tradição hermética, a tábua de esmeralda é o documento mais antigo da pedra dos filósofos e alquimistas, contêm os segredos de Hermes, que deriva de Herma, nos textos antigos, ele está relacionado diretamente a construção das pirâmides.

Corresponde a Thoth o grande arquiteto (deus reptiliano, portanto extraterrestre) também conhecido como Hiram - a estrela da manhã, construtor entre outras edificações as pirâmides do Egito, profundo conhecedor da aplicação do ouro monoatômico na presença de energia em ponto zero para anular a gravidade.

Para os sumérios corresponde a Ningishzida, filho mais novo de Enki que é o reptiliano filho primogênito de Anu com uma concubina, responsável pelas duas entradas horizontais genéticas que modificou o humano terrestre e o fundador da Irmandade da Serpente (tendo como símbolo o Caduceu) e da Escola de Mistérios. Consequentemente o deus reptiliano conhecido pelos nomes Ningishzida, Thoth, Hermes e Hiram era neto de Annu imperador dos reptilianos e o deus bíblico. 

Kem que era o alto sacerdote de Menfis (a maior cidade do delta do Egito) e adorador de Enlil irmão de Enki, também é conhecido como o personagem bíblico Ham, avó de Nimrod, estes foram amaldiçoados pelos hebreus, pois suas tradições iam contra a cultura de Jeová(Anu). Sendo Thoth, filho de Enki, portanto inimigo de Enlil, segundo filho de Anu, que não era aceito pelos hebreus pois os dois filhos de Anu disputavam e disputam o direito de controlar a Terra).

Kem de Menfis é frequentemente simbolizado como um bode, que era também o emblema de Ham até1700 ac. Portanto fica fácil entender porque o bode e o pentagrama invertido são usados até hoje pelas sociedades secretas.
Como foi dito pelo próprio Albert Pike, em Moral e Dogmas da Maçonaria, é Thoth o grande arquiteto.

Atualmente o ouro monoatômico é um dos principais componentes na pesquisa da obtenção e controle da energia livre, energia em ponto zero.


Texto: Paulinho Stehling



Leia mais sobre o assunto, em artigo publicado no blog A Verdade no Mundo:

“Todos sabem que Thoth era um grande arquiteto e que fora ele quem passou inicialmente o conhecimento do Orme, o que acaba levantando a hipótese de que todo aquele pó de ouro encontrados no templo de Hathor não era só para servir de elixir para deuses e faraós ... pode também ter sido utilizado nas construções dos templos  e até mesmo das pirâmides, pois não foram escravos e toras que levaram aquelas pedrinhas para lá... e esteja certo que esse pó não foi usado como cimento”. 



16 comentários:

  1. Obrigado por difundir estas idéias! Precisamos informar aos habitantes desse planeta o que é mais razoável e possível de ter sido nossa história, e não essas baboseiras veiculadas pelos poderes Use e abuse de meus textos.
    Um fraterno abraço,
    paulinho stehling

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Agradeço, pelo comentário, e o parabenizo.
      Seus textos merecem muitas e muitas postagens.

      Que a verdade desperte cada vez mais. Juntos e livres das baboseiras...

      Grande abraço,
      Aurora

      Excluir
  2. devagar vem desmistificando as verdades e mitos eu acho que ainda pode nús contar sobre [ormus] sobre o iridium e tambem rodio mas o ouro de forma monoatómica é facinante gostei e muito desta materia la no fundo do baú.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi, Juscelino.
      Feliz com o seu comentário.
      Que bom que gostou.
      Fascinante mesmo, ou melhor, muita magia... que ainda temos que revirar nos fundos dos baús.
      Em breve, novos post. Acompanhe sempre, MAGOS.
      Obrigada.

      Abraço,
      Aurora

      Excluir
  3. Eu costumo extrair ormes monoatômico da água do mar, da minha região , por enquanto esta livre de poluição, ,faço para o meu consumo.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde, Clovis. Que bom você aqui no MAGOS!
      Sua informações é bastante interessante. Você pode explicar melhor ou ensinar pra gente?
      Caso queira, poderá enviar um artigo para publicarmos aqui.

      Agradeço sua visita.

      Abraço.

      Excluir
  4. Respostas
    1. Oi, Luci. Tudo bem? Não é muito apropriado a gente indicar o produto, devido a comprovação de sua qualidade. Não quero colocar você em mãos nocivas. Pesquise mais e leia bastante sobre as ofertas do mercado. No meu outro blog, o ALQUIMIA, publiquei matéria: BREVE HISTÓRIA DOS USOS MEDICINAIS DO OURO. Nela, há explicações sobre o ouro coloidal (nano-partículas de ouro). Dá uma passadinha lá, leia matéria. Caso você queira poderá entrar em contato com fabricantes, mas não se esqueça: quanto mais informação melhor.

      Obrigada, por sua visita.

      Abraço!

      Excluir
  5. Muito interessante suas teorias, mas, como explicar que apesar de possuir tanto poder e conhecimento, egipcios, essenios, sumerios, todos desapareceram ou morreram com o tempo, parece que o efeito do tal elixir da juventude não durou muito tempo!E, porque as outras raças criadas pelos anunaki, ou Enki, como os gigantes, ou os pequenos trolls, sumiram? O que aconteceu com os Deuses astronautas? Eles não os tais? Porque decaíram? Ou vai dizer que foram vitimas da ignorancia da raça humana? Como pode a ignorancia passar por cima de tanta sabedoria? Bem, voce pode dizer que fomos abandonados por eles, porque fariam isso? E, porque voltariam agora? O que houve com as outras raças alienigenas, os asghardians, os zetalians, os seilámaisquem que andam pelo universo enchendo o saco!kkkkk Quanto mais teoria eu vejo, mais falhas eu enxergo!Tudo bem se não puder responder, eu estou apenas fazendo a suposição da suposição!Quanto mais eu vivo, mais eu enlouqueço! Eu amo a minha vida loca! abraço para os doido,para os mago loco!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bom dia, Leopold Kunrath
      Muito interessante o seu comentário....adorei.
      Você tem razão em sua analise sobre a funcionalidade do "tal elixir da juventude": porque não estão todos aqui ainda?
      Então, Leopold, não sei se vou conseguir lhe dar resposta convincente, a respeito do sumiço de tantas raças, porque também as procuro.
      Penso que nunca devemos analisar fatos com o nosso olhar humano, que é limitado e tenta entender tudo através de logica. Somos energia, vibração! Dentro desse aspecto energético, vamos escalando camadas e nos transportamos para níveis mais elevados. Às vezes, os que se elevam ou os que decaem, deixam de ser visto - não participam mais de uma ou outra dimensão. Acredito que ainda estão por aí - e jovens....hehehehe. Podem transpor barreiras do tempo e visitar "realidades" paralelas - É a tal da eternidade!
      Por isso, o conhecimento que adquirem, toda a sabedoria acoplada ganha mais e mais conhecimento, manifesta-se de diferentes formas e assim é derramada para outros e outros seres. Parece mágica!
      Doideira mesmo, como você diz. Quem pode dizer que não: eu ou você, agora, somos aqueles lá que ficavam o dia todo bebendo o tal do elixir...kkkkkkk.
      Quem sabe temos primos, parentada danada dos seilámaisquem (amei isso) esperando que a gente acorde desse sono gostoso de estar em Terra?
      Como já somos seres poderosos - só que esquecemos disso de vez enquanto -, podemos sim ter o domínio de transformar, criar, aprimorar tudo que quisermos....afinal somos os filhos Dele: aquele que TUDO É!

      Obrigada, por participar do blog.

      Abração!

      Excluir
    2. Meus caros, talvez possa contribuir. Houve uma reunião como o "emissário" (talvez Galzú).. com a presença de Annu (Odin), Enlil (Thor) e Loki (Enki).. entre outros, e foi lhes apresentada a acusação de quebra de regras intergaláticas. Entre estas, a escravização da humanidade criada sem o consentimento dos 24 anciãos e o Pai. A licenciosidade e violência, junto com a desonestidade dos governantes da Terra, sob a égide de Annu. Por fim, os filhos foram condenados (lançados à terra) a reencarnações sucessivas como forma de expiação. Quanto a Annu, foi proibido junto com a família real de transpor os limites físicos, não podendo mais visitar a Terra, sob pena de ser aprisionado aqui, em corpos físicos. Todos os annunakis que aqui estavam estão encarnados, ou diretamente envolvidos na tentativa de reencontrar sua antiga posição elevada. Por isso, cessaram as atividades conforme a questão. Com relação ao tempo deste acontecimento: construção da torre de babel(torre de lançamentos) e subsequente confusão de línguas.

      Excluir
  6. De certa forma voce deu uma resposta lógica! Voce já ouviu falar do culto a pedra de saturno? Eu li algo, que dizia que são raças alienaginas que estão por aqui, que criaram os Illuminati,a maçonaria, eles usam muito a matematica, o tal dos 90º que está em tudo, eu não gosto da matematica, mas ela tem lógica! Eu tenho um racionio lógico, e tenho também meu lado empirico, holístico, uma intuição forte, e ficam dentro de mim lutando!Para mim não existe mágica, existe coisas que ainda não foram explicadas, o processo dos milagres já me foi muito bem explicado pelo Dr.Bruce Lipton, agora entendo as mensagens subliminares que conversam com o subconsciente, e que ele o sub, organiza e reescreve nosso codigo genetico a partir de nossas crença! está explicado o poder da fé! a fisica quantica explica isso! A mágica era algo que não conseguíamos explicar! A partir de certo momento, o raciocinio logico consegue convencer a si mesmo, convencer a própria mente de que é possível, e só então aceitar convencer o subconsciente, agora ficou mais fácil aceitar milagres, que são "magicas" superpoderosas.Sobre o esquecimento, é verdade! As pessoas tentam debochar de mim dizendo, "pergunte a ele, ele sabe tudo!", E eu respondo, "Eu sei tudo! o problema é que eu esqueço mais da metade!" Andei pesquisando sobre Viagem Astral, e achei uma explicação muito interessante sobre isso, que diz que temos o corpo astral e temos a memoria astral, que é onde fica armazenado as memorias de todas nossas vidas passadas, supondo que somos almas eternas, parece lógico que na nossa memoria fisica não caberia tanta informação.Contudo, a teoria da vida eterna é bem aceita pela minha mente, o que gera duvida, porque cada vez mais nasce mais almas, e porque vem todas para o mesmo planeta? Ao que parece, todo mundo quer vir dormir na terra também! com tanto universo vazio por ae! Veja só , o planeta já está superpovoado, dae cada um carrega não sei quantos espiritos obssessores, segundo o espiritismo, e ainda vem varias raças alienigenas, que parecem que são varias! O que ninguém me explica é por que vem todos para a mesma galaxia! vem todos para o mesmo buraco! será que o universo que está em constante expansão é ainda um lugar pequeno para tudo isso? Vou para de perguntar , pois quanto mais eu pergunto , mais o universo se expande, e mesmo assim ainda fica pequeno para tanta alma e espíritos, parece que o criador não cessou de criar almas eternas! E isso que nem perguntei sobre o sexo dos alienigenas, ou passageiros do futuro(segundo algumas teorias) Porque será? Será que gastaram os genitais? porque ficou obsoleto? E outra coisa, nossas almas eternas seguem uma linearidade para nascer? digo , porque eu não poderia ter nascido mais para frente? Porque os Anunaki criaram geneticamente a raça humana, entretanto, a carne eles dominam, mas as almas que dão vida a essa carne, eles não tem nada que explique como colocar uma alma em um pedaço de atomo, ou de carne! Deixo essas questões como sugestão para o seu blog. É muita coisa, e cada coisa é muito profunda! E, o prazer é meu de conversar e buscar informação sobre assuntos que ninguém parece ter cabeça para absorver, ou eles tem medo de bancar o louco! Sou muito agradecido a voce e pelo seu blog!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Leopold, não se preocupe com os questionamentos alheios: não é só você que passa por isso. Muitas pessoas, inclusive, se afastam de nós - aqueles que têm coragem de não serem "normais". Falo coisas e alguns chegam a olhar pra mim como se algo estivesse fora do lugar na minha cabeça. Nem ligo, começo é a rir e espero. Depois, acabo vendo as próprias pessoas que ironizaram falando sobre o mesmo assunto. É assim, você fala, acham estranho, mas depois começam a pensar e aceitam melhor. Foi por isso que quis criar os meus blogs para soltar o que aprendo e as minhas indagações. Não tinha como liberar, por falta de compreensão. Parece, agora, que tudo está mudando, até a tal grande mídia começou a entrar nos assuntos dos "doidos".

      Adorei todas as dicas que você está presenteando o Blog. Vou buscar mais informações e depois postar.
      Também tenho o blog PLANETA AURORA (clicar no índice) que você encontrará várias matérias explicativas sobre os assuntos que gostamos: vai lá ver depois.

      Li uma vez, uma mensagem canalizada, que há um número definido de almas, algumas estão sempre em processo reecarnatório e gostam de estar por aqui, na Terra - até que completem sua evolução e lembrem quem são: espíritos de Luz.
      Outras, conseguiram se livrar da 3D e escolheram outras dimensões para 'curtir' o Universo.

      Vamos buscar sempre explicações, poderemos ler bilhões de livros, vivenciar múltiplas reencarnações, mas penso que jamais entenderemos toda a Sagrada Sabedoria Divina.

      O corpo humano também é um ser vivo e nele a alma habita. Como alma é energia, fica fácil entendermos que a junção ao átomo é absolvida com mais clareza.

      Aprendi que não existe definição de gêneros - masculino/feminino estão sempre juntos em nós.

      Às vezes, Leopold, o melhor que temos a fazer é aproveitar a nossa estadia neste lindo Planeta. Usufruir de toda essa maravilha com muita alegria e amor. Dizem que não há outra forma a não ser a de aceitar que Assim É.

      Fico feliz em poder conversar também com você, graças a Deus estamos encontrando mais e mais doidos por aí.

      :)

      Excluir
  7. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir